Fiat Toro Ranch: nova versão custa mais que a Toyota Hilux diesel

Configuração passa a ser a opção mais cara da linha; Tem motor 2.0 e câmbio automático de nove marchas.

Se há algo que não tem limite é o quanto de penduricalhos você pode adicionar em um modelo, sobretudo se ele tiver apelo aventureiro.

A inédita Fiat Toro Ranch o mais recente exemplar do segmento, que abusa dos acessórios para conquistar novos clientes.

A nova versão topo de linha tem como base a Volcano 2.0 diesel de 170 cv, mas inclui elementos estéticos para justificar seu preço de R$ 149.990 – R$ 7.000 acima da versão mais cara até então.

O preço, inclusive, supera os R$ 136.970 da Toyota Hilux STD 2.8 turbodiesel.

A lista de itens exclusivos é grande e inclui: rodas com nova coloração, retrovisores, estribos e santantônio cromados, gancho de reboque removível e placas alusivas à versão.

Por dentro os bancos usam um couro marrom claro com o nome Ranch perfurado nos encostos dianteiros. O mesmo tom está em partes do painel e na forração das portas. A cobertura do teto e das colunas também foi escurecida.

Siga o Brasil Sintonizado no Instagram e Facebook

Os itens de série são os mesmos da Toro Volcano, com ar-condicionado digital de duas zonas, quadro de instrumentos com LCD central de 7 polegadas, chave presencial com partida remota e faróis com cornering lights e DRL em leds.

O equipamento destoa do que é oferecido até em modelos mais baratos da Fiat, e não dispõe de nenhuma integração para celulares Android e iOS.

Fonte: Quatro Rodas

Foto reprodução

1  / 5

Redes sociais:
error

Comentários