fbpx

Longa Duração: linha de pipa com cerol faz estrago no Citroën C4 Cactus


Ao atropelar uma linha de pipa com cerol, C4 Cactus ganhou dois cortes no para-choque, um risco no capô e outro no para-lama

Por Péricles Malheiros

access_time

19 jul 2019, 07h00

Plástico e até a lataria ficaram com cicatrizes

Plástico e até a lataria ficaram com cicatrizes (Gabriel Aguiar/Quatro Rodas)

Muito se fala nos riscos das linhas de pipa para os motociclistas. Mas quem anda de carro também precisa ficar esperto com esse perigo que, para piorar, é quase invisível – e inevitável.

Quem primeiro viu o dano no C4 Cactus foi o editor Péricles Malheiros.

“De início estranhei o fato de só conseguir ver no lado esquerdo do capô o que achava ser um vinco. Foi aí que cheguei perto, lembrei que o capô do Cactus não tem vincos e notei o risco”, conta.

O susto maior veio ao descobrir que o dano não ficou restrito à tampa frontal. “Fui seguindo o rastro do risco e vi que a linha danificou  toda a parte frontal do para-choque, um friso cromado da grade, o capô e o para-lama esquerdo”, diz Péricles.

Muitos anos atrás, o editor de Longa Duração viveu uma situação parecida com seu carro particular. “Numa avenida, uma linha atingiu o retrovisor esquerdo. Não dei bola, pois achei que havia apenas enroscado”, relembra.

“Quando parei o carro, com calma, notei que a linha havia cortado a capa. Ao procurar uma empresa para fazer o reparo, o técnico disse que esse tipo de ocorrência é bastante comum”, continua.

Pior: à época, o técnico disse ter ouvido diversos relatos de motoristas que sofreram cortes nas mãos quando, por reflexo, tentaram remover a linha do retrovisor. Uma busca na internet revela muitas imagens, relatos e vídeos com ocorrências parecidas.

O mês também revelou alguns problemas. Um ruído na traseira, notado desde que o carro foi retirado, está mais intenso.

No quadro de instrumentos, uma pequena bolha na base dos numerais do velocímetro digital surgiu repentinamente e também parece se agravar com o passar dos dias. Pediremos uma verificação de ambos os problemas na primeira revisão, aos 10.000 km.

Citroën C4 Cactus – 3.631 km

Consumo

No mês: 10,4 km/l com 14,3% de rodagem na cidade
Desde abr/19: 10,2 km/l com 36,1% de rodagem na cidade
Combustível: (flex) gasolina

Gastos no mês

Combustível: R$ 667

Revisões

Até 60.000 km: R$ 3.588

Ficha Técnica

Versão: Feel Pack 1.6 16V
Motor: 4 cil., diant., transv., 1.587 cm3, 16V, 118/115 cv a 5.750 rpm, 16,1/16,1 mkgf a 4.750/4.000 rpm
Câmbio: aut., 6 marchas, tração dianteira

Seguro

R$ 1.712*



Source link

Redes sociais:
error

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error

Não deixe de nos seguir nas redes sociais!