Novo Opala Diplomata tem projeção INSANA para 2019

A Chevrolet trouxe o fenômeno Opala, que nasceu em 1968 e foi descontinuado injustamente em 1992. Se tornou um veículo muito admirado pelos brasileiros desde quando foi apresentado no Salão Automóvel de 1968.

Sem dúvidas naquele evento o Opala começou sua história conquistando rapidamente a aprovação dos brasileiros, e assim conseguir se tornar um dos carros clássicos mais respeitado em todo o Brasil.

Quem não gostaria vê-lo novamente nas lojas de zero-km?  Uma enquete feita recentemente pelo “Jornal do Carro” foi atrás de algumas informações de apaixonados e os designers montaram uma releitura de como o carro perfeito para voltar as ruas.

Renato Aspromonte é o Design responsável pela projeção do Opala nos dias de hoje. Ele escolheu a versão Diplomata, que foi o topo de linha desde o início dos anos 1980.

O designer e publicitário Renato Aspromonte afirmou que, a base de inspiração veio da nova geração do sedã Impala, lançado em 2012 nos EUA. Não foi necessário mudar muito coisa, afinal o carro já tem porte de Opala.

Brasil Sintonizado no Instagram e Facebook

Eles preferiram manter o formato de grades e faróis do “Opalão” de 1990, assim como a traseira, com lanternas fumês unidas por um aplique de plástico.

A motorização sugerida seria emprestar o motor do parente norte-americano, de modo que, o Diplomata teria seu retorno com um bloco 3.6 L V6 de generosos 307 cv, com transmissão automática de seis marchas.

Fonte: Mundo Fixa

Confira a GALERIA DE IMAGENS abaixo:

Foto/Reprodução

1 / 5

Redes sociais:

Comentários